logo 2 seriados de tv.gif











Seriados de TV
controle de televisão
Os seriados de TV tem sua origem mais remota nos folhetins do século XIX. No início da década de 1950 foram criados para televisão os programas que anteriormente faziam sucesso no rádio. As sitcom foram as primeiras a conquistarem o público nessa época, porém o formato dessas  séries pioneiras eram bem diferentes das mais recentes, mais parecido com as novelas da globo (soap operas).
 
A partir da década de 60 as séries televisivas passaram a trazer uma gama de inovações, elas evoluíram e pode-se constatar isso nos seriados atuais. Elas começaram a trazer misturas, tinham as características da crônica social além agregar alguns pontos em comum com o cinema que se produzia na época. Hoje, os seriados são amplamente disseminados no mundo inteiro, principalmente os americanos, os quais possuem uma indústria forte em suas produções.
 
São produzidos seriados com os mais variados temas e estilos (drama, muscial, comédia, ficção científica). Cada década possui seus famosos seriados que despertaram a curiosidade de uma legião de telespectadores e transmitiram seus ideais e críticas, sendo que alguns deles até viraram remake ou um spin-off anos depois, ou mesmo filme para o cinema.
 
História das Séries de TV
 
 
TV de LCD
A origem dos seriados de TV remete aos folhetins do século XIX. Nessa época era comum que autores de romances publicassem suas obras em periódicos, cada capítulo em um dia diferente, essa forma de publicação de obras literárias ficou muito popular na Europa primeiramente, e depois em toda América, inclusive no Brasil.

Já com o advento do rádio, essas obras seriadas foram adaptadas para o novo tipo de mídia, a produção das rádionovelas contavam histórias em vários capítulos, nos quais os acontecimentos rápidos tinham a intenção de prender a atenção dos ouvintes, como nos leitores dos romances.

Com a invenção da televisão, esses programas mais uma vez se adaptaram, e assim continuam se atualizando até hoje. Os seriados exibidos na televisão, são muito diferentes das telenovelas, apesar de terem tido alguns pontos em comum em suas primeiras produções, pois não tem um tempo previamente determinado.
 
A primeira série exibida na televisão foi “I Love Lucy”, no ano de 1951. Era uma comédia familiar (sitcom) que teve altos índices de audiência durante os quase dez anos em que esteve no ar. Os atores que interpretavam o casal protagonistas do enredo, Lucille Ball e Deise Arnaz, casados na vida real, possuíam um programa de rádio no mesmo formato que o televisivo, no qual foi inspirado, e se chamava My favorit Husband. “I Love Lucy” foi indicado ao Emmy inúmeras vezes e ganhou  o título de melhor programa da televisão americana por muitos jornais no EUA.
 
As principais características dos seriados são o fato deles não terem estipulados sua duração, eles podem ter inúmeras temporadas de acordo com o sucesso diante do público, sendo assim, tem-se bastante espaço para explorar os personagens e as histórias.
 
Os seriados são produtos culturais com forte impacto social por atingirem um grande público no mundo inteiro e muitas vezes refletirem a realidade política, social, econômica e ideológica de cada grupo.
 
Diferentemente das telenovelas, os seriados tem o costume de explorar tabus, em muitos, podemos ouvir os personagens falando palavrões ou mesmo no enredo são discutidos temas polêmicos, como gravidez na adolescência, uso de drogas e homossexualidade de forma muito aberta. Por outro lado, o número de séries produzidas é muito grande e há possibilidade de conquistar diferentes tipos de públicos, ao passo que cada uma debate um tema diferente.

Calendário das Séries de TV


O calendário dos seriados de TV começa a ser contado a partir dos meses de setembro e outubro. Entre março e junho os principais estúdios americanos começam a finalizar seus seriados e elas apresentam a season finale. Entram de férias retornando 2 a 4 meses depois dependendo do seriado. Esse retorno recebe o nome de fall season.

 

 

Seriados de TV   -->>  Seriados Antigos